sábado, 20 de fevereiro de 2010

Um certo dia...

"Entro no meu quarto e fecho a porta
Deito em minha cama...

Agora sim

Estou eu e minha solidão

Aquela que eu tanto amo
Aquela que eu tanto odeio
Com os olhos cerrados tento encontra o silêncio
Não consigo
Buzinas, ambulâncias

Conversas

Risadas
Tudo ao mesmo tempo
Numa tortura sem fim

Coloco o fone

Escuto minha música preferida

A letra é triste, dolorida, deprimente...

Mas, me alivia

Não quero ouvir algo que não estou sentindo

Quero a minha realidade

Descrita sem ilusão

Na sua verdade nua e crua

Quero ouvir o que preciso ouvir

Pra seguir
E mesmo que você me veja perfeita

Sou um poço de defeitos

Talvez você um dia perceba isso...
"
------------------------------------------------------------------------------------------------

Desculpem a ausência, estou trabalhando e quase não tenho tempo para escrever. Mas não vou abandonar esse meu cantinho, o lugar onde me encontro...o lugar onde posso ser eu mesma sem rodeios, sem medo....Ah, não esqueci de visitar o blog d vcs...
Bjos e saudades!
=**

4 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Escreve muito bem, deixe um pouquinho de tempo para este talento, nós merecemos ler!
beijo, ótimo domingo

willa Albuquerque disse...

Teu blog tá lindo! :)


http://ritmo-da-chuva.blogspot.com/2010/02/selo-masterblog.html
Tem presente pra você no meu blog!

Beijos^^

Fabricante de Sonhos disse...

Ohhhh minha florzinha!
Primeiro, quero dizer que eu estava morrendo de saudades deste cantinho aqui e dos seus textos.

Quanto ao post, nossa, como eu te entendo... Tem vezes que é assim mesmo... A gente precisa ouvir a verdade, tomar uma sacudida e "acordar dos nossos sonhos ou pesadelos", entende...
A solidão de vez em quando faz companhia... Mas de fato, precisamos erguer a cabeça e querer criar ao nosso redor uma atmosfera de felicidades!

E felicidade é o que eu te desejoooo!

Aiiii como é bom estar de voltaaa!

Um beijo enoooorme!

tico litlle disse...

nao abandone sua arte, que faz que outros nao abandonem as suas..grande bjo