terça-feira, 7 de setembro de 2010

Feridas

"Eu vi aqueles pequenos cortes já cicatrizados pelo tempo

Se abrindo a cada palavra proferida


Ele não parava


E continuava a dizer o que eu não queria ouvir


Pare, eu gritava


Mas ele não me ouvia


Estava tão distante de mim


Se deliciava com a minha dor


E aquela que sempre jurou proteger


Ele feria de morte





Eu estendi minha mão, tentando em vão continuar aqui


Ele simplesmente não viu e me deixou cair"

3 comentários:

Fabricante de Sonhos disse...

Flor mais linda do meu jardim...
Feridas abertas parecem rosas, já notou?
Quem sab e um dia, a cura vem, e no ar só ficará um aroma bom como recordação?

Vc é linda, sabia? Eu estava morrendo de saudades de te ler!

Beijos mágicos!
Fabricante de Sonhos
(Twitter: @millaborges)

Pollyanna Carvalho disse...

Que saudades de passar aqui!!!!

Caah... disse...

nossaaa lindaas palavras ^^