quinta-feira, 21 de agosto de 2008

A grande magia de um sentimento


Tudo de um certo modo começa a ter sentido...As flores estão mais bonitas e perfumadas ultimamente, o céu está mais azul e quando, de repente, chove, já não incomoda sentir aquelas pequenas gotas molhando meu corpo...Até demoro a abrir meu guarda-chuva(também, sou sincera, não gosto de usar...auhhauhua)...Estou mais boba, ouvindo qualquer música( quer dizer, tenho algumas exceções, mas estou mais flexível), e prestando muita atenção nas letras...É engraçado como em tudo que escuto percebo que existe uma história de amor, algo que eu já vive, algo que eu desejo viver ou até algo que não quero passar nunca...


Então eu acordo e mais uma vez me vem ele a mente...Lembro que minha prima tinha dito que sentia isso e até pensava se não era uma doença porque vivia pensando numa pessoa o tempo todo...Eu ria e sei agora que não é...Porque doença é algo que te faz mal e pelo contrário pra mim é como um remédio...Só tem alegrado o meu dia e me enchido de esperança...Esperança de viver algo lindo, esperança de escrever um futuro com alguém...Esperança que renasceu, pois achava que estava morta...



Sabe aquela menina, triste, magoada e decepcionada com as pessoas...Ele a está transformando, mostrando que ela pode ser importante pra alguém, que pode ser amada...Que ela pode ter esperança e ser feliz!...Ela já não se sente triste a noite e nem chora sem saber o motivo...ELA JÁ NÃO SE SENTE SOZINHA!...ELA SE SENTE AMADA! ELA AMA!


Aquela garota agora entende por tudo que passou. Era necessário, só assim ela daria o verdadeiro valor, quando encontrasse alguém que gostasse dela de verdade.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Está ficando tarde, antes de deitar ela lê pela milésima vez as cartas que ele fez! Uma forma de amenizar a saudade e esperar para encontrá-lo mais uma vez!

4 comentários:

Paulinho disse...

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

Um belo dia a a gente acorda e hum...
Um filme passou por a gente e parece que já se anunciou o episódio dois
É quando a gente sente o amor se abuletar na gente tudo acabou bem,
Agora o que vem depois

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

É quando as emoções viram luz, e sombras e sons, movimentos
E o mundo todo vira nós dois,
Dois corações bandidos
Enquanto uma canção de amor persegue o sentimento
O Zoom in dá ré e sobem os créditos

O amor é filme e Deus espectador!

"- A gente devia ser como o pessoal do filme, poder cortar as partes chatas da vida, poder evitar os acontecimentos!
Num é?!?!"

Paulinho disse...

Sei lá.. achei que essa música tem alguma coisa a ver com o seu texto ;)



Te adoro, nunca esqueça disso!

Dallas Diego disse...

Deveria ter um manual para os sentimentos, deveriam nos ensinar como manusear...
No meu caso falta reciprocidade, apenas amo.

Abraços, lindo post!

Sara Albuquerque disse...

Ahh... boa sorte em seu novo amor, Flor! =) Muita mesmo! Verdade. Às vezes, nos decepcionamos para encontrar quem nos amaríamos de verdade no futuro. Abraços.