domingo, 27 de julho de 2008

O colégio

São seis e quarenta e cinco da manhã. Faltam quinze minutos para o início da aula. Clara está a caminho. Sempre vai andando pro colégio, pois mora perto. Liga o seu diskman e coloca o fone...Sua banda favorita de rock tocando...Clara adorou quando ganhou esse presente da sua mãe, pois a faz desligar do mundo...O que em alguns momentos é necessário!

Caminhando ela chega a praça em frente ao seu colégio. Por trás dela alguém se aproxima e coloca as mãos sobre os seus olhos, puxa seu fone (ela odeia quando fazem isso!) e pergunta: "Adivinha quem é, Clarinha?...Imediatamente a resposta: "Só pode ser você, Ana!...Só você me chama de Clarinha e faz essa brincadeira!"...E rindo,Clara se vira pra abraçar a amiga..."A única coisa boa nesse colégio, é a amizade da Ana...Minha melhor amiga!"...pensa enquanto vai em direção ao colégio acompanhada da amiga.

Olhando de frente, você não imagina o quanto é grande!...O melhor da cidade!...Apesar da família de Clara não ser rica, sua mãe, com muito sacrifício, resolveu oferecer a sua filha uma boa educação! Como ela sempre diz: "É o legado mais precioso que posso deixar a ela!"

É um colégio com muros altos!..."Parece uma prisão!"...Clara pensa enquanto vai se aproximando, junto com Ana, que começa a contar a última fofoca. O colégio é enorme por dentro, tem quadra, sala de computação, biblioteca, uma área reservada para a Educação Infantil, entre outras coisas. Paredes brancas com o "logo tipo" vinho, e os portões da mesma cor. Na verdade as cores que predominam são branco e vinho.

O portão está aberto, enquanto mais e mais alunos chegam, alguns carros parados na frente, são os pais trazendo seus filhos. Então, Clara e Ana entram no colégio...Clara sempre muito calada gosta de ouvir as pessoas e observá-las. Principalmente de observar...Olha cada aluno que passa por ela, analisando o jeito de se vestir e de se comportar. Ao mesmos tempo em que ouvia a amiga fofocando sobre uma garota da outra turma que tinha ficado com um carinha em uma festa...Nada muito importante! Dentro do Colégio muito espaço...bancos, árvores...lugares pra ficar com sua turminha. Porque é sempre assim, cada sala tem seus grupinhos...E Clara sabia muito bem disso!

Nesse momento as duas chegam à sala...Uma algazarra!...Alunos em cima da mesa conversando...Outros fazendo bolinhas de papel e jogando uns nos outros...Enquanto uns permaneciam sentados em suas cadeiras desenhando. Clara olha e procura sua carteira. Sempre senta no mesmo lugar. Gostaria de sentar mais atrás, o mais longe possível pra que ninguém a notasse. Mas no fundão, é a galera da bagunça, que vive atrapalhando a aula. Ela quer prestar atenção, pois dá valor ao dinheiro que mãe, com tanto esforço, gasta na sua educação...Então, senta-se na fila do meio, mais precisamente, na segunda cadeira...Um lugar estratégico: no meio se tem uma ótima visão do quadro e na frente não tem muita conversa. Ana senta do seu lado direito.

Quando Clara coloca sua mochila preta na sua banca,escuta alguém chamando: "Clara, gravei seu cd. E agora, o que eu ganho em troca?" diz Fernando, o Nando, como era mais conhecido...Clara vira-se, ele se aproxima e a abraça, dando um beijo no seu rosto...Então ela diz: " Eita Nando, pára com esses abraços! Parece que vai quebrar a pessoa ao meio!"...E os dois se afastam rindo. Ele a entrega o cd, Clara agradece e guarda na mochila..." O Nando também é um grande amigo!...Me ajuda muito aqui nesse colégio!"...Pensa enquanto vê seu amigo sentar atrás dela.

É quando dá o primeiro toque! A aula vai começar!... Agora não tem como escapar, seu tormento está apenas começando!...

3 comentários:

Dell disse...

Carol
discodo com a galera do fundo ser da bagunça... =/
Eu sento só no fundo sim pra ninguem mim notar.
A sala é pequena no maximo 40 alunos.
mais uma coisa é certa na minha sala quase ninguem vai pelo menos mim sino mais confortavel.
mais sim...
Amei o texto ;D continui assim...
quero saber se tera continuação.. ;D

Dallas Diego disse...

Hum...
Tens razão, na escola tem sempre a turma do fundao, grupinhos e amigos pra todas as horas!

Abraços!

Paulinho disse...

A Clara me deixou com saudades do colégio...
Clara, Clara não faz assim comigo!!


Saudade do colégio, das aulas, nem um pouco.. HAHAHA!

Beijo Queridona!